DEFIR® SAF-T (Em Breve)

Com a profunda reforma no envio da informação contabilística para a Autoridade Tributária a que hoje assistimos, nomeadamente quanto às novas obrigações no preenchimento da IES, é fundamental que o SAF-T de contabilidade seja gerado de acordo com as regras de certificação do SVAT e que obedeça à lógica das taxonomias. O DEFIR® SAF-T irá ajudá-lo nesta validação! Em parceira com o Col.Bi, disponibilizamos o software oficial da Autoridade Tributária para análise de SAF-T.

 

Parceria  Col.Bi

Parceria Col.Bi

Com o objetivo de oferecermos uma gama de serviços completa aos nossos clientes, estabelecemos recentemente uma parceria com o Col.Bi, software de auditoria digital que é hoje utilizado por equipas de inspeção nas Autoridades Tributárias e que agora está sendo utilizada de forma mais massificada pelas empresas como uma solução de tax compliance.

Na prática, esta plataforma permitirá analisar o seu SAF-T integral de uma forma eficiente e completa, identificando rapidamente anomalias quanto à consistência, estrutura e conteúdo do ficheiro. Para além disso, asseguramos o compliance com a AT na entrega da IES, validando automaticamente o mapeamento das taxonomias ao plano de contas e identificação antecipada de eventuais erros e/ou inconsistências do seu ficheiro SAF-T e de toda a informação que é reportada à AT.

Vantagens

  • Validação da qualidade dos dados de faturação e contabilidade
  • Garantia da qualidade dos dados reportados à Autoridade Tributária
  • Atualização permanente de novas regras e legislação
  • Acesso à informação em qualquer lugar através de browser

Principais Funcionalidades

  • Analisa os dados aplicando todos os standards SAF-T
  • Identifica erros e contingências que poderão ser indiciadas como fraude por parte da AT
  • Identifica, gere e prioriza os erros
  • Valida a integridade e qualidade da informação contabilística
  • Identifica a causa-raiz dos problemas detetados
  • Assegura o cumprimento de obrigações fiscais
Como Funciona?

Como Funciona?

  1. Os erros são categorizados por tipo, recebem uma classificação de risco e são sucintamente descritos
  2. Os utilizadores podem realizar análises da causa-raiz para cada erro identificado, permitindo que o utilizador faça uma busca detalhada no arquivo e documento onde o erro foi encontrado