Gestão de Investimentos

Fornece uma visão geral dos investimentos, permitindo o controlo total dos mesmos, assegurando a fiabilidade da informação, garantido o cumprimento das regras aplicáveis e possibilitando uma gestão de cadastro de forma segura e em tempo real.

Todas as operações são automaticamente integradas na contabilidade, nas suas múltiplas dimensões.

Principais Funcionalidades

Principais Funcionalidades

Os investimentos tanto podem ser financeiros como não financeiros (ativos fixos), podendo ser agrupados de várias maneiras, como por exemplo por classe, departamento ou localização. É possível monitorizar os custos de manutençãogerir apólices de seguro relacionadas com os bens, registar transações de bens e criar vários mapas e estatísticas, podendo ainda gerir os investimentos por componentes, dividir um bem em vários e vice-versa, isto é, vários investimentos podem ser combinados num só bem, sendo também possível reclassificar e revalorizar bens, entre outras operações.

Resumidamente, o GERIR® disponibiliza as seguintes funcionalidades:

  • Cadastro e inventário dos bens de Investimento, possibilidade de atualização a qualquer momento e impressão de etiquetas ou QR Codes em impressoras específicas ou gráficas
  • Classificações legais (DR 25/2009, Classificador Complementar 2 do PCM, entre outros) e possibilidade de criação de campos específicos (em função da especificidade da entidade)
  • Gestão económica dos bens (vidas úteis, cálculo automático das depreciaçõesrevalorizaçõesreconhecimento de imparidades e reversões)
  • Gestão Operacional (localização, manutenções, contratos, seguros, obras, entre outros)
  • Compilação de todos os registos relacionados na ficha de cada bem (p.e. aquisição, amortização, manutenção, venda/abate)

Cadastro dos Investimentos

Para cada bem é criada uma ficha com informações ou classificações específicas sobre o mesmo, informações essas que podem ser adaptadas de acordo com as necessidades de cada organização, incluindo informações relativas à localização, contabilização, regime fiscal (para registo de tributações autónomas e montantes a acrescer no Q07 da M22) e afetação dos bens aos segmentos (contabilidade para a gestão).

Gestão de Subsídios ao Investimento

Ao nível dos investimentos, é possível marcar os bens adquiridos através de subsídios, identificando os montantes envolvidos e os respetivos programas pelos quais se encontram abrangidos. De forma automática, é imputado o valor do subsídio e procede-se ao respetivo registo contabilístico do valor recebido, sendo também feita a imputação do subsídio para o investimento no momento em que se apuram e registam as depreciações.

Áreas do GERIR® com Especial Integração